Arquivo mensal abril 2019

porEquipe de Informática

A reencarnação como meio de evolução espiritual

A reencarnação é uma lei natural que favorece a evolução do ser. É a volta à vida do espírito em um novo corpo físico. Dessa forma, em cada existência corpórea, o espírito recebe a oportunidade de reparar erros cometidos em outras existências através da expiação e aprimorar conhecimentos com a finalidade do melhoramento progressivo. Cada reencarnação é decidida por um planejamento da justiça divina e do próprio indivíduo, permitindo-o renascer no meio familiar e social necessários para o auto aprimoramento e auxílio dos demais. Logo, é a maior prova do amor e da misericórdia de Deus.

Nesse contexto, Jesus nos disse que: “Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo”. Dessa maneira, a cada nova existência , quando há abnegação e renúncia, o espírito dá um passo para o progresso, a fim de que se despoje de todas as impurezas espirituais. Diante disso, temos o maior mandamento deixado por Deus: ‘amarás teu próximo como a ti mesmo e a Deus sobre todas as coisas’’. Desse modo, a fé, o amor e a caridade são os maiores ensinamentos que podemos seguir para a caminhada rumo à evolução espiritual. Ainda assim, quando estiverem em dúvida de qual caminho seguir, lembrem-se das palavras do Cristo: “Eu sou o caminho, a verdade, e a vida”. Ninguém vai ao Pai a não ser por mim. ’’

Portanto, é necessário orar e vigiar. O caminho nem sempre é fácil, mas devemos seguir com a certeza de que nosso Pai Celestial olha por cada um de nós, nos dando a força necessária para superarmos todos os desafios que a vida na Terra nos impõe. Somos aprendizes do Cristo e precisamos evoluir com o fito de nos aproximar cada vez mais do nosso mestre, guia e modelo: Jesus.

Muita paz para todos!
Jovens Espíritas em Atividades Espíritas.

Referências:
O Evangelho Segundo o Espiritismo > Capítulo IV – Ninguém poderá ver o reino de Deus se não nascer de novo.
Livro dos espíritos: Capítulo II – Da encarnação dos Espíritos.

porEquipe de Informática

O AMOR NÃO PODE SER VIRTUAL

As tecnologias são o avanço das comunicações de todos nós. O amor é a semente de luz para a humanidade.

O mundo virtual é a viagem de todos os novos horizontes de luz. Mas o amor é a virtude dos que têm a coragem de renunciar.

Se o amor fosse virtual, seria apenas em programação passageira, uma postagem rápida, um gmail sem palavras.

É por isso que o amor é a luz interagindo sem programação de amar, mas com o dever de sempre de servir, amar e compreender.

 

Mensagem do Dr. Ludymylly, psicografada pelo médium Wandir Barbosa, sexta-feira, 22 de novembro de 2018.

porEquipe de Informática

COMUNICADO DE SUSPENSÃO DE ATIVIDADES

Conforme instruções da Médica Espiritual e Disciplinadora, Dra. Cristina Santos, comunicamos que, nos dias 19, 20 e 21 de abril, não haverá qualquer tipo de atendimento nos Hospitais Espirituais do Nordeste, em virtude da Semana Santa.

Se alguma programação da Médica Espiritual, Dra. Cristina Santos, for alterada, em algum Hospital Espiritual, será devidamente reprogramada e comunicada.

Direção do Núcleo Central de Orientação de Medicina Espiritual do Nordeste

porEquipe de Informática

Induzir é coparticipar com a queda do próximo

O homem é responsável pelo seu atraso. Tem a consciência livre para atuar. Tem a responsabilidade sobre aqueles que são mais fracos. Pode conduzir à luz ou às trevas.

Cair nos erros e incentivar o seu irmão à queda é crime pela Justiça Divina.

A palavra é a força da alma que salva e que mata multidões. Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida.” Induziu ao Bem e morreu pelo bem de todos.

 

Mensagem da Dra. Cristina Santos, psicografada pelo médium Wandir Barbosa, na sexta-feira, 07 de dezembro de 2018.

porEquipe de Informática

Dia Mundial do Autismo

A Organização das Nações Unidas, em 18 de dezembro de 2007, decretou que todo o dia dois de abril seria o Dia Mundial do Autismo.

Em 2008, houve a primeira comemoração da data pela ONU. Desde então, entidades e governos de diversos países, em todo o mundo, têm pedido mais atenção ao transtorno do espectro autista (atual nome do autismo).

Os estadunidenses iniciaram o movimento “Light It Up Blue”; (Iluminar de Azul), cujo objetivo é criar uma maior sensibilização e consciencialização para a inclusão de pessoas autistas na sociedade. O azul foi definido como a cor
símbolo do autismo porque a síndrome é mais comum nos meninos — na proporção de quatro meninos para cada menina (autismo clássico) e de dez meninos para cada menina (autismo de alta funcionalidade).

A ideia por trás do movimento é iluminar pontos importantes e turísticos do planeta, na cor azul, para chamar a atenção da sociedade, poder falar sobre autismo e levantar a discussão a respeito dessa síndrome.