Ainda resta uma esperança

porEquipe de Informática

Ainda resta uma esperança

Senhor, olhei por toda parte na Terra, vi guerras, fome e nesse momento chamei por ti e me falastes: “Ainda resta uma esperança”.

E perguntei: onde e como? E me respondestes: “Ainda resta esperança”.

Dissestes, para mim: “É assim: o sol brilha em todo Planeta; Os passarinhos cantam sem nada cobrar; As abelhas produzem o mel, não para elas consumirem… Ainda resta uma esperança”.

Indaguei por àqueles que não viveram, que foram exterminados nos ventres, e Tu me disseste: “tenha esperança”.

Mas como? Assim perguntei. “O ar que respiras, o injusto também vai respirar; A chuva que te molha, também vai molhar àqueles que não compreendem os ensinamentos do meu Pai. Se a chuva molha os justos, os injustos também terão seu dia de arrependimento.”

Calei por alguns instantes e chegaste até mim, me olhastes com humildade e me carregastes em teus braços.

Data: 02.03.2018
Espírito: Mensageiro de Maria
Médium: Wandir Barbosa

Facebooktwittergoogle_plusmailFacebooktwittergoogle_plusmail

Sobre o Autor

Equipe de Informática administrator

Os autores destas postagens, fazem parte do voluntariado dos hospitais espirituais do nordeste vinculados ao Núcleo Central de Orientação de Medicina Espiritual do Nordeste.