porProjeto Jovens Espíritas

Cristianismo: Bases, Leis Morais e o Espiritismo.

Para que o Cristianismo fosse implantado na Terra, foi necessário a vinda de grandes espíritos de coragem para mudar os conceitos de um povo.

Na história do Cristianismo primitivo, observamos o exemplo de Moisés com os dez mandamentos que tinha como intuito estabelecer normas disciplinares e organização social na Terra que antes não existiam.

O Evangelho de Jesus traz um grande exemplo acerca do que seria humildade, amor e caridade para com todos, com o respeito e simplicidade, colocando, principalmente, o desprendimento material como senha de evolução até o Pai Celestial. O Cristo não destruiu as leis existentes implantadas por Moisés. Ele veio para dar sentido a elas e adaptá-las ao grau de adiantamento dos homens resumindo os dez mandamentos em apenas dois: ‘’ Amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.’’

Os apóstolos do Cristo têm fundamental importância na propagação e vivência efetiva do Evangelho, como na Doutrina o codificador Sr. Allan Kardec fala “O verdadeiro espírita é aquele que se esforça para domar suas más tendências.”

O Espiritismo é a nova ciência que vem revelar aos homens a existência do mundo espiritual, não tendo como propósito destruir a lei cristã, mas desenvolvê-la, completá-la e explicá-la em sua mais simples pureza, cumprindo o que o Cristo anunciou, preparando a realização das coisas futuras. ‘’ O Espiritismo é, portanto, obra do Cristo que Ele mesmo preside, assim como preside, conforme igualmente o anunciou, à regeneração que se opera e prepara o Reino de Deus na Terra.’’ O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap. I Não vim destruir a Lei

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas.

porProjeto Jovens Espíritas

O nascimento do Espiritismo

A Terra sempre foi amparada e protegida pelos Espíritos Superiores, porém seus habitantes, desde a antiguidade, mostram  dificuldade em aceitar e em entenderem a Justiça Divina.

Moisés teve a missão de salvar o povo Hebreu da escravidão e implantar a crença em um Deus único. Sua missão não foi fácil, pois dava início ao processo de implantação das bases morais do Cristianismo. João Batista teve a missão de preparar as pessoas para a chegada do Cristo, enviado por Deus, para nos mostrar os ensinamentos de seu Pai. Mesmo com todas as dificuldades da humanidade em entender seu Filho, Deus envia o “Consolador Prometido” para amparar e ajudar na evolução da nação terrestre.

O Espiritismo nasce como o consolador da humanidade, iniciando seu movimento com as manifestações físicas e as mesas girantes.

Allan Kardec, como pesquisador, investigou tais acontecimentos. A partir de seus estudos e pesquisas, surge o Espiritismo com base em uma tríade de sustentação da doutrina: ciência, filosofia e religião.

Kardec foi o grande responsável pela disseminação da doutrina com a codificação e todos os seus livros que baseiam hoje o Espiritismo.

 

 

Nascido em três de Outubro de 1804, na França, foi um influente educador, autor e tradutor.

Seu nome era Hippolyte Léon Denizard Rivail, mas foi com o pseudônimo de Allan Kardec que ficou conhecido, e foi no ano de 1855 que iniciou suas atividades com o mundo da espiritualidade.

Faleceu em 31 de Março de 1869, deixando importantes conhecimentos para o Espiritismo.

 

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas.

 

porProjeto Jovens Espíritas

Viver: uma questão de Amar e Resistir.

Vivemos em um mundo conturbado, repleto de problemas e viciações. Muitas vezes, nos envolvemos, caímos no desencorajamento e na infelicidade, e, alguns de nós, tentam, inclusive, tirar a própria vida, mas façamos uma indagação: Por que abreviar a vida?

A vida é uma oportunidade dada por Deus; uma forma de amar e ser amado. Temos a oportunidade de sentir o amor mais puro, o amor Divino, que nos mostra a cada dia que nunca estamos sós. Um amor irradiado a cada nascer do sol, transmitido pelo canto dos pássaros, pelo canto do bem: o canto de Jesus. Então, por que desperdiçar essa e outras oportunidades?

O Cristo nos mostra que somos assistidos por Deus e temos a capacidade de superar quaisquer que sejam as aflições. Ele nos diz, de diversas formas diferentes, que está de braços abertos “Vinde a mim, todos vós que sofreis e que estás sobrecarregados e eu vos aliviarei.”

Dessa forma, nós, jovens voluntários dos Hospitais Espirituais do Nordeste, como servidores do Cristo, estendemos as nossas mãos para auxiliar todos os que se encontram aflitos.

 

Sejamos fortes, meus irmãos! “Crede-me e resisti com energia a essas impressões que enfraquecem vossa vontade”, essa é a mensagem que o Cristo nos deixa no evangelho.

Que Maria Santíssima ilumine a todos!

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas.

 

 

porProjeto Jovens Espíritas

Terra: por um futuro Verde.

Dispomos das inúmeras bênçãos divinas que nos permitem amparo e equilíbrio para consertamos nosso planeta. O futuro, portanto, dependerá do esforço e cooperação que cada um fará para buscar a melhoria coletiva.

 

Deus nos presenteou com uma natureza rica para que tenhamos a condição de existência no corpo físico, sem que nada nos falte.

Infelizmente, com a exploração da natureza, o planeta está sendo destruído e, com isso, estamos construindo um futuro incerto para nós mesmos.

 

A mudança coletiva se faz necessária. O homem precisa parar e repensar suas atitudes em termos de educação ambiental. Os cientistas espirituais nos falam que é melhor se educar do que ser educado pela Natureza, pois sua educação é a lei de sobrevivência.

Em sua psicografia, Os refugiados do clima, o Mensageiro de Maria alerta à humanidade para a transformação geográfica que a Terra irá passar, onde “povos sairão da sua pátria em busca de alimentos e água e milhares morrerão nessa caminhada.”

 

E ainda não será o fim, pois “Deus mostrará sua essência numa nova Terra, sem violência, sem egoísmo porque Seus filhos serão aqueles que Ele escolheu para a grande fase da regeneração.”

Muita paz para todos!

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas.

 

porProjeto Jovens Espíritas

Juventude consciente: por um futuro verde.

 

O meio ambiente é o conjunto de fatores químicos, físicos e bióticos que nos envolvem e nos cercam, e tendo Deus como criador do universo, a natureza também é sua criação. Assim sendo, todas as vezes que degradamos o meio ambiente estamos faltando com a caridade para com a criação divina.

 

 

Observamos que nossa sociedade se encontra em decadência moral e isso reflete, diretamente, na condição ambiental que nosso planeta se encontra, pois pequenas atitudes nossas, como jogar lixo na rua, por exemplo, é falta de ética e evolução moral.

Ademais, quando o nosso modelo e guia Jesus veio a este planeta nos deixou orientações a serem seguidas, e uma delas é amar o próximo como a nós mesmos. Todas as vezes que temos ações maléficas com a natureza isso retorna para a raça humana, seja como catástrofes ecológicas ou retorno de doenças adormecidas. Portanto, quando deterioramos o meio ambiente, há a inexistência da beneficência para com as gerações futuras.

Então, que nós, enquanto juventude, possamos fazer a diferença e, com atitudes sustentáveis, possamos ser exemplos para estimular o cuidado com a nossa casa maior dada pelo nosso pai celestial.

 

 

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas.

 

porProjeto Jovens Espíritas

Saúde mental e dependência virtual na juventude

A inteligência é uma habilidade humana vinda de Deus e a Ele deve ser dada a sua utilização. Dessa maneira, a humanidade a usaria de boa forma e, com isso, facilitaria a sua própria evolução espiritual. Como colocado no Evangelho Segundo o Espiritismo – capítulo 7: Missão do homem inteligente na terra – “A inteligência é rica de méritos para o futuro, mas sob a condição de ser bem empregada. Se todos os homens que a possuem dela se servissem, de conformidade com a vontade de Deus, fácil seria, para os Espíritos, a tarefa de fazer que a Humanidade avance”.

Infelizmente, não é isso que vem ocorrendo com a utilização da tecnologia, principalmente nas redes sociais e jogos virtuais, por parte dos jovens. Parte deles não estão sabendo utilizá-la de maneira disciplinida e equilibrada e isso acarreta graves consequências para suas saúdes física, mental e espiritual. Uma possível solução para isso seria mostrá-los como utilizar a tecnologia e a internet em seu favor e de maneira correta, evitando, assim, pertubações e disfunções orgânicas ocasionadas pelo seus usos excessivos.

 

 

 

 

É como relata Drº Ludymylly na psicografia “Os eletromagnetizados por jogos em Redes Sociais” através do médium Wandir Barbosa, “O homem morre, mas leva com ele os seus vícios ou a sua virtude para o mundo espiritual”. O mesmo acontece com os viciados em internet e tecnologia. Os espíritos desencarnados procuram se aproximar daqueles com afinidade fluídica para saciar sua compulsão. Aproximando-se do encarnado,  uma ligação perigosa é formada, trazendo consequências negativas para ele como: dificuldade para dormir e se alimentar, além do aumento da fixação pela tecnologia.

 

 

 

 

 

 

Faz-se necessário, e, é de extrema importância, a presença e atenção dos pais para que possam ajudar seus filhos no uso correto da tecnologia, que se for utilizada de forma adequada, trará grandes benefícios para humanidade.

 

 

 

 

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas

porProjeto Jovens Espíritas

Bullying: um pedido de socorro.

Do ponto de vista da Medicina Espiritual, Dra. Cristina Santos explica a prática do Bullying como uma ação doentia. O praticante apresenta complicações psicológicas ou psiquiátricas em função de problemas familiares vivenciados constantemente no lar.

Dessa forma, esse indivíduo transfere todos os seus problemas para a sociedade, tentando “esconder” o sofrimento através de práticas de violência física e verbal.

A partir disso, o praticante da ação atinge outros jovens que apresentam um comportamento totalmente oposto, sendo esses, jovens educados, comportados e muito inteligentes, e que pela sua timidez não conseguem se impor e acabam sofrendo grande pressão psicológica, afetando seu emocional, e consequentemente seu aprendizado.

 

Sendo assim, vale ressaltar o papel familiar como sendo fundamental para que esse tipo de ação não ocorra, pois uma boa base educacional doméstica evita esse e outros tipos de comportamentos no meio social.

Paralelamente, queremos relembrar para a juventude uma máxima de Jesus essencial para o convívio social: “Não fazeis aos outros aquilo que não gostaríamos que os outros nos fizesse”, para que possamos viver em harmonia e paz.

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas.

 

REFERÊNCIAS:

Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap 09 Bem aventurados os que são brandos e pacíficos e Cap 11 Amar o próximo como a si mesmo.

Palestra – O bullying, suas causas e suas consequências: https://www.youtube.com/watch?v=EHyHRPwtvnI

Palestra – As mães, os jovens e os conflitos da juventude: https://www.youtube.com/watch?v=871UrdlBZTw

Palestra – Saúde Espiritual, o amor como forma libertadora: https://www.youtube.com/watch?v=EEGZRgsEUAs

CME – Aula 58 Projeção de Memória Perispiritual: https://www.youtube.com/watch?v=mB1iLdhP7AA

porProjeto Jovens Espíritas

Evolução da Mediunidade

Diante da história da humanidade observamos que grandes médiuns como Moisés, João Batista e Chico Xavier usaram a mediunidade em favor do próximo, praticando a caridade.

Moisés, homem de muita fé e obediência, até o seu desencarne, trouxe regras para combater a injustiça que assolava a região, fez tudo aquilo que, de acordo com o planejamento divino, teria que exercer para a época, dando o primeiro impulso da organização Celeste que outrora o Cristo viria aprimorar.

O profeta João Batista não aceitava injustiça com seu povo, exercida pelos Reis, onde muitas vezes crianças eram levadas como forma de pagamento de impostos. João Batista era procurado por muitos que buscavam esclarecimentos, sendo preso e morto, por defender e mostrar a verdade ao povo.

Chico Xavier, como era popularmente conhecido, também foi um médium de Deus. À época, práticas mediúnicas eram conhecidas apenas em terreiros, vinculados ao movimento afro religioso. Chico veio esclarecer a importância do desprendimento dos bens materiais, pois pregou o amor puro. Trouxe, através de suas comunicações com os espíritos desencarnados, sem cobrar nada, a prova da existência da imortalidade da alma e da ciência do Mundo Espiritual.

Os verdadeiros médiuns de Deus são aqueles que praticam o amor, o perdão e o respeito ao próximo. Dra. Cristina nos diz que a mediunidade está em toda parte e que quanto mais evoluído for o planeta e maior for o contato dos encarnados com os desencarnados para adiantamento moral do seu mundo, mais ativo será o laço de desprendimento do corpo físico. Pois o Cristo já dizia: “Buscai, primeiramente, o Reino de Deus e todas essas coisas vos serão acrescentadas.” Mt 6:33

Muita paz!

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas

Referência: https://www.youtube.com/watch?v=GyhvwQZxSUI

porProjeto Jovens Espíritas

Juventude Espírita: Um convite a Jesus

A aurora da vida…

Quão graciosa e bela é a Juventude!

Alvorada celeste que enche de luz e brilho a face da mocidade alegre e ativa…

Na sociedade atual, notamos que os valores morais estão sendo aplicados de forma equivocada no ser humano e, principalmente, em uma das fases primordiais para a formação de sua personalidade: a adolescência.

A juventude sofre, seja pela falta de apoio fraternal ou pela opção de viver como ‘’ todos vivem’’, fazendo vontades impostas por outros e escondendo do mundo o seu anseio de se tornar alguém melhor. Se esconde no álcool, nas drogas e na depressão. Juventude sem rumo, sem Jesus em seus corações.

Convidamos todos os jovens a renunciarem um mundo de perturbações e viverem para o Cristo. A caminhada não é fácil, mas se dermos as mãos, mutuamente, mudaremos a condição de toda uma juventude perdida, mostrando a todos que o caminho é Jesus. Não perderemos, portanto, uma vida, mas ganharemos a oportunidade de vivenciar a vida com Ele.

Jovens, é chegado a hora de morrermos para o mundo e renascermos para o Cristo. Sermos instrumentos de auxílio ao necessitado, e quando nos sentirmos sobrecarregados e aflitos, pelas provações mundanas, oremos, porque a prece é um estado de conversação com Deus.

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas

REFERÊNCIAS:

Palestra Espírita: A Juventude do Futuro: Um Convite à Jesus https://www.youtube.com/watch?v=V_NuTUHttiA

O Evangelho Segundo o Espiritismo Cap.XVII – Ação da prece. Transmissão do pensamento

Texto do Projeto Jovem Espírita 2017: Depressão na Adolescência http://www.nucleodemedicinaespiritual.com.br/depressao-na-adolescencia/

porProjeto Jovens Espíritas

Perispírito e os plexos

Temos 32 camadas perispirituais que dão sustentabilidade ao Espírito encarnado, sendo a principal a camada periférica. Nela existem centros vitais ou plexos, interligados aos órgãos, que comandam as funções orgânicas, servindo como pontos de distribuição de força ou de recepção e emissão de fluidos:

Coronário – Centro de recepção, tem ligação direta com nossas funções neurológicas. É responsável por distribuir os fluidos para os outros plexos.

Frontal – Centro de emissão. É responsável pelos nossos pensamentos e emite fluidos recebendo a força do lóbulo frontal.

Laríngeo –  Localizado na região da garganta. Responsável pela comunicação e pela garganta ectoplasmática nos médiuns inspirados.

 

Cardíaco – Localizado no músculo cardíaco. É responsável  pelos sentimentos e emoções.

Glândula do Timo – Não é um plexo. Desempenha importante função no perispírito pela distribuição dos fluidos para todos os plexos.

Esplênico Localiza-se na região do baço. Tem a função armazenadora e auxilia na recomposição orgânica;

Gástrico – Tem a função de absorver nutrientes contidos nos alimentos ingeridos;

Genésico – Tem a finalidade de armazenar temporariamente energias e está relacionado à reprodução humana.

Quando nossa conduta é inadequada ou contrariamos os desígnios de Deus e utilizamos, de forma equivocada nossa roupagem, ficamos desequilibrados energeticamente. Esse desequilíbrio é registrado pelo periférico passando pelas outras camadas perispirituais até eclodir no corpo físico. Para que isso seja evitado os Médicos Espirituais nos alertam que tenhamos uma boa conservação de pensamentos e equilíbrio emocional, lembrando o que o próprio Cristo já dizia: Bem aventurados os que são brandos e pacíficos, pois possuirão a Terra.

 

Jovens Espíritas em Atividades Espíritas

 

REFERÊNCIAS:

Evolução em dois mundos – Cap. 02: Corpo espiritual

CME – Perispírito periférico de Jesus; Perispírito periférico; Aulas 2017/2018 1-23

Livro dos Espíritos Q93 a 95

A Gênese – Cap. 14 Formação e propriedades do perispírito

porProjeto Jovens Espíritas

Compromisso Mediúnico na Juventude

O Jovem que assumiu, em seu projeto reencarnatório, o compromisso de ajudar o próximo, dentro do exercício e prática da sua mediunidade, deve estar disposto a servir ao bem, se reformar moralmente e realizar o seu trabalho da melhor maneira possível com todo o esforço e dedicação, pois para trabalhar para o Cristo é preciso ter disciplina, amor e acima de tudo renúncia.

Sabendo que mediunidade é um compromisso com Deus, deve colocar o seu coração na frente de todas as dificuldades, para que o necessitado, no fim, tenha suas dores e lamentações sanadas. Tendo a humildade dentro de si, deve reconhecer que é apenas um instrumento da espiritualidade para ajudar quem mais precisa como intermediário do amor de Deus.

O amor e a moralidade são importantes para a jornada mediúnica. Diante de tudo que passar nesta existência, precisa seguir em frente estudando o evangelho do Cristo e seguir seu exemplo de socorrer e curar as chagas espirituais e morais do necessitado. Ser caridoso porque a caridade é fundamental para o crescimento espiritual, visto que ela não depende de religião ou classe social, mas abrange a todos.

Mediunidade não é um castigo. É uma oportunidade que os médiuns recebem para recuperar as almas que desviaram. Caso o médium não queira seguir seu mandato mediúnico, por suas energias acumuladas, terá fortes dores, pois essas energias não foram distribuídas ou utilizadas para ajudar os necessitados. A mediunidade cobra de todos o equilíbrio e exercício da pratica moral e espiritual.

Que possamos esquecer um pouco mais de nós para pensar mais em nosso próximo. Renunciar o que nos desviará do caminho do bem e nos esforçar para sermos pessoas melhores a cada dia, tendo sempre a assistência da espiritualidade. Se diante de um trabalho espiritual ainda optarmos, muitas das vezes, por servir a Mamon do que servir a Deus, não estaremos prontos para servir ao Cristo.

REFERÊNCIAS:

1- https://www.youtube.com/watch?v=Tc0vG3EpEK4

2- O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap XXVI

3- http://www.nucleodemedicinaespiritual.com.br/a-proposta-e-a-reforma-moral/

4- https://www.youtube.com/watch?v=_241uaRInVs

5- O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap XVI