PROCESSO REENCARNATÓRIO E A UNIÃO CONJUGAL

porEquipe de Informática

PROCESSO REENCARNATÓRIO E A UNIÃO CONJUGAL

Os espíritos estão unidos por laços do passado. A união de sexos opostos é uma Lei de Deus para o progresso dos espíritos.

O casamento é um laço do passado que não envolve só o laço sexual de duas almas. Envolve a paternidade e a maternidade para o compromisso com espíritos que vocês desviaram na conduta do amor e respeito ao próximo. A função dos pais é educar e elevar esse espírito para a luz.

As uniões estáveis, de pessoas do mesmo sexo, são estágios de indefinição sexual do espírito que está se negando diante da paternidade e da maternidade. A adoção por filhos, que não lhes pertencem, não isenta nosso irmão da fuga da responsabilidade de espíritos que poderiam ser seus filhos biológicos.

Adotar uma criança, sem ter uma definição do que vocês vieram fazer na Terra, é fugir do compromisso que Deus colocou em seu caminho.

A união estável é um projeto do homem, mas nunca será da Justiça Divina. A sociedade moderna tem que ir em busca dos seus valores morais. Todas as espécies estão contidas na Lei da Reprodução. Fugir a essa realidade é negar que o mundo depende de todos para a continuidade da espécie.

 

Mensagem da Dra. Cristina Santos, psicografada pelo médium Wandir Barbosa, na sexta-feira, 07 de dezembro de 2018.

Facebooktwittergoogle_plusmailFacebooktwittergoogle_plusmail

Sobre o Autor

Equipe de Informática editor

Os autores destas postagens, fazem parte do voluntariado dos hospitais espirituais do nordeste vinculados ao Núcleo Central de Orientação de Medicina Espiritual do Nordeste.