Espíritos em erraticidade ou encarnados

porEquipe de Informática

Espíritos em erraticidade ou encarnados

‘’Quanto às suas qualidades íntimas, os Espíritos pertencem a diferentes ordens, que percorrem sucessivamente à medida que se depuram. Como estado, podem estar encarnados, isto é, unidos a um corpo num mundo qualquer; ou errantes, ou seja, despojados do corpo material e aguardando nova encarnação para se melhorarem.’’ (REVISTA ESPÍRITA, 1858)

O estado errante ou de erraticidade não significa inferioridade espiritual, já que se pode encontrá-los em todos os graus.  Logo, todo Espírito que não está encarnado é, por isso mesmo, errante, à exceção dos Espíritos puros que, não tendo mais encarnação a sofrer, estão no seu estado definitivo. ‘’Não sendo a encarnação senão um estado transitório, a erraticidade é, em verdade, o estado normal dos Espíritos e esse estado não lhes é, forçosamente, uma expiação.‘’ (REVISTA ESPÍRITA, 1858)

Assim, o estado de erraticidade consiste no intervalo entre as existências corporais dos Espíritos, havendo emigrações diárias do Mundo Corpóreo para o Mundo Espiritual e imigrações do Mundo Espiritual para o Corpóreo, sendo um estado normal. 

 

REFERÊNCIAS

REVISTA ESPÍRITA – Jornal de Estudos Psicológicos –  ANO I – FEVEREIRO DE 1858, N° 2.

A GÊNESE –  CAPÍTULO XI –  EMIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES DOS ESPÍRITOS.

Facebooktwittergoogle_plusmailFacebooktwittergoogle_plusmail

Sobre o Autor

Equipe de Informática administrator

Os autores destas postagens, fazem parte do voluntariado dos hospitais espirituais do nordeste vinculados ao Núcleo Central de Orientação de Medicina Espiritual do Nordeste.